30 junho 2021

Vereador Thyago Freitas é enquadrado na Lei Maria da Penha após ter agredido a esposa

A denúncia foi feita na Casa da Mulher Brasileira, onde a vítima afirmou que o parlamentar ainda danificou o seu veículo.

O vereador Thyago Freitas foi denunciado nesta terça-feira, pela própria esposa, por espancamento. A denúncia foi feita na Casa da Mulher Brasileira, onde a vítima afirmou que o parlamentar ainda danificou o seu veículo.

Em março deste ano, o parlamentar foi manchete na crônica policial, em razão da Polícia Civil, após  realização de diligências haver  recuperado  em seu apartamento,  um veículo roubado Fiat Toro avaliado em R$ 130 mil.

O automóvel, subtraído de uma locadora no Estado de Pernambuco, foi localizado em um edifício de luxo no bairro da Península/Ponta D’areia, em São Luís-MA, de propriedade do vereador.

O vereador Thiago Freitas, foi indiciado e responde por crimes de receptação dolosa e estelionato e agora vai responder por crime de violência doméstica.

Segundo a fonte, após a denúncia da esposa do agressor, um TCO foi lavrado para que o vereador Thyago Freita responda judicialmente por crime de violência contra mulher. O vereador foi enquadrado na lei Maria da Penha e está passivo a ser preso.

Fonte: Meu Maranhão Notícias 

Shopping em Imperatriz sofre assalto a mão armada

Na tarde desta quarta-feira (30) uma das lojas do Imperial Shopping foi assaltada a mão armada. Segundo algumas testemunhas que estavam no local do crime informaram que dois dos três assaltantes entraram na loja armados enquanto o outro os aguardavam em um carro do lado de fora do shopping.


Os meliantes chegaram a disparar alguns tiros durante a fuga pois os seguranças tentaram impedi-los, porém mesmo com toda a habilidade, os bandidos conseguiram fugir pelas escadas até o térreo, a polícia militar continua na busca. Depois do ocorrido às lojas ficaram fechadas.

Não é a primeira vez que esse tipo de roubo acontece nas dependências do shopping, o clima de tensão e medo fazem parte da rotina dos lojistas, colaboradores e clientes.

Estamos tentando entrar em contato com a administração do shopping e da PM, logo daremos mais detalhes.

Fonte: Ilha Rebelde 

Prazo para inscrições do Programa de Estágio da Vale foi prorrogado até o dia 12 de julho

Para o Maranhão, estão sendo destinadas 95 vagas

Foi prorrogado até 12 de julho o prazo para quem quiser se inscrever no Programa de Estágio 2021 da Vale. São cerca de 900 vagas em diversas cidades de seis estados: Maranhão, Espírito Santo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pará e Rio de Janeiro. Para o Maranhão foram destinadas 95 vagas, para os municípios de São Luís, Açailândia e Santa Inês. Podem se candidatar pessoas que estejam cursando o Ensino Superior e as inscrições devem ser feitas pelo site www.vale.com/estagio.

Os candidatos só poderão se inscrever para vagas no estado onde residem, mesmo em locais em que o trabalho seja 100% remoto, e ter disponibilidade para trabalhar pelo período de até 6h. O Programa de Estágio da Vale 2021 vai oferecer oportunidades em cursos como Engenharias, Geologia, Administração, Comunicação, Psicologia, Direito e Economia, entre outros.

Durante o programa, que pode durar até dois anos, os estagiários terão a oportunidade de vivenciar o dia a dia da profissão por meio de mentorias de carreira, acesso a uma trilha exclusiva de desenvolvimento em temas relevantes, além de experiências práticas na rotina e em projetos da empresa. O estágio possibilita, ainda, que o estudante desenvolva e aprimore habilidades teóricas e comportamentais que serão fundamentais durante sua jornada profissional.

Para Mira Noronha, gerente global de Atração de Talentos na Vale, o Programa de Estágio da Vale se adaptou ao novo normal sem deixar de manter viva a atração dos estudantes pelo processo seletivo da empresa. “Dar continuidade a um programa tão importante, agora já inserido à modalidade remota, é de grande importância para seguir aproximando e engajando jovens para o momento de transformação da empresa”, afirma.

Pré-requisitos – Podem se candidatar estudantes cursando ensino superior, com previsão de formatura entre dezembro de 2022 e dezembro de 2023. Os estudantes precisam apresentar a declaração da instituição de ensino autorizando a realização de estágio.

O processo também inclui oportunidades para pessoas com deficiência. A Vale estimula fortemente a inscrição de pessoas com deficiência, de acordo com sua política de promover a inclusão e valorizar a diversidade.

Processo seletivo – O processo seletivo para o Programa de Estágio será online e totalmente às cegas em todas as etapas com o objetivo de evitar que vieses inconscientes influenciem a escolha dos candidatos e uma promover uma seleção baseada na avaliação de potencial e capacidade de realização futura. Desta forma, informações como gênero, etnia, idade, faculdade, endereço, estado civil, deficiências, entre outras, são omitidas durante a seleção.

Ao todo, a seleção acontece em seis etapas, todas eliminatórias, que incluem inscrições e avaliações, painel com gestores e gestoras, exames médicos admissionais e divulgação de resultados. Todas as etapas do processo devem ser acompanhadas pelo site.

Benefícios e carga horária – Os selecionados receberão bolsa-auxílio mensal de até R$ 1.375,14 (valores variam de acordo com a carga horária), vale-transporte e vale-refeição e terão direito a assistência médica, trilha de desenvolvimento de carreira exclusivo para estagiários(as), acesso ao Gympass, programa de assistência ao empregado, seguro de vida e cesta de Natal, além de recesso remunerado de 15 dias a cada 6 meses. A carga horária do estágio varia entre quatro e seis horas diárias, dependendo das atividades a serem desenvolvidas.

Fonte: Maranhão Hoje

Diretor acusado de cobrar propina para comprar vacina é demitido pelo Ministério da Saúde

Acusado de pressionar servidores para acelerar a importação da vacina indiana Covaxin, mesmo com indícios de irregularidades no contrato, o diretor do Departamento de Logística do Ministério da Saúde, Roberto Ferreira Dias, foi demitido do cargo. A decisão foi tomada na manhã de terça-feira, 29, segundo nota divulgada à noite pela Pasta. A exoneração foi publicada na edição do Diário Oficial desta quarta-feira, 30.

Ao jornal “Folha de S.Paulo”, o representante da Davati Medical Supply no Brasil, Luiz Paulo Dominguetti, disse que o ex-diretor pediu propina de US$ 1 por dose de vacina para a empresa assinar contrato com o ministério. De acordo com a “Folha”, Dominguetti procurou a pasta para negociar 400 milhões de doses da vacina da AstraZeneca.

A CPI da Covid vai ouvir na sexta-feira o depoimento de Dominguetti. A AstraZeneca nega, porém, que a Davati a represente – a empresa americana já foi desautorizada pela AstraZeneca no Canadá.

O diretor foi indicado para o cargo pelo líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (Progressistas-PR), ex-ministro da Saúde, e pelo ex-deputado Abelardo Lupion (DEM-PR). Barros nega ter apadrinhado o diretor, que assumiu a função na gestão do então ministro Luiz Henrique Mandetta.

No ano passado, Ferreira quase ocupou uma diretoria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O próprio presidente Jair Bolsonaro desistiu da indicação, no entanto, após o Estadão mostrar que o diretor havia assinado contrato de R$ 133,2 milhões no Ministério da Saúde, com indícios de irregularidade, para compra de 10 milhões de kits de materiais utilizados em testes de covid-19.

Os senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice–presidente da CPI, e Alessandro Vieira (Cidadania-SE) prepararam um requerimento para convocar Dominguetti. Quando depuseram à CPI da Covid, o deputado Luis Miranda e o irmão dele disseram que se reuniram com Bolsonaro no dia 20 de março, no Palácio da Alvorada, e relataram o esquema de corrupção no Ministério da Saúde para compra de vacinas.

Reportagens publicadas na imprensa mineira indicam que a Davatti pode estar fraudando o processo de compra de vacinas no Estado. A empresa teria negociado com prefeituras, com o objetivo de conseguir uma carta de intenção demonstrando interesse na aquisição de imunizantes da AstraZeneca. Depois de conseguir a carta, porém, as conversas emperraram.

Fonte: Gilberto Léda 

29 junho 2021

Ministério da Saúde suspendeu contrato de compra da vacina Covid-19 da Covaxin

Com a recomendação da Controladoria-Geral da União (CGU), o Ministério da Saúde suspendeu temporariamente o contrato de compra da vacina Covid-19 da Covaxin nesta terça-feira (29). A medida não afeta o ritmo da campanha de vacinação para enfrentamento da pandemia no país e segue práticas de compliance na gestão pública.

Mesmo sem um centavo sequer pago para a compra dos imunizantes, o ministério submeteu o contrato à CGU para análise mais aprofundada do termo. Na análise preliminar, o órgão de controle não encontrou qualquer irregularidade. No entanto, vai aprofundar a análise do termo nos próximos dias.

O contrato também foi avaliado pela Diretoria de Integridade do Ministério da Saúde, que fará uma apuração administrativa na Pasta. A unidade atuará em conjunto com a Controladoria na apuração dos termos do contrato.

Entre os motivos para a suspensão, está o fato de que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) não autorizou o uso emergencial ou definitivo da vacina Covaxin. A agência aprovou, com restrições, apenas o pedido de importação excepcional das vacinas. Com isso, as vacinas chegariam a 1% da população.

Para o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, a medida não altera o cronograma de vacinação contra a Covid-19 no Brasil. Ele destaca que Pasta adotou uma política diversificada em relação à compra de vacinas.

“Todas as nossas ações resultaram em mais de 630 milhões de doses de vacinas que, neste momento, já fazem da campanha de vacinação contra a Covid-19 um caso de sucesso. Teremos a nossa população acima de 18 anos totalmente imunizada no mês de setembro”, afirmou.

O ministro da CGU, Wagner Rosário, explicou que a suspensão é uma medida preventiva. “Abrimos uma investigação preliminar semana passada, isto é, uma auditoria específica em relação ao contrato. O tempo de suspensão vai durar tão somente o prazo da apuração. Colocamos a equipe reforçada para ser bastante célere no processo”, disse

Por Gilberto Léda 

Itapecuru Bioenergia rebate fake news e reitera respeito ao meio ambiente

A Itapecuru Bioenergia divulgou nesta terça-feira, 29, um comunicado oficial rebatendo fake news disseminadas sobre a atuação da empresa na cidade de Aldeias Altas.

A Itapecuru Bioenergia ressalta que repudia qualquer ato de violência física ou moral, assim como qualquer dano ao meio ambiente.

Confira a íntegra da nota abaixo.

Itapecuru Bioenergia: lugar onde sonhos se realizam.

Caros aldeienses, 

Queremos começar esta conversa agradecendo a cada um de vocês, afinal, os mais de 60 anos da nossa história, que foi escrita de forma integra e sólida, só pode ser explicada pela participação de cada homem e mulher desta terra, que sempre esteve de mãos dadas conosco. Seria impossível chegar aonde chegamos sem o trabalho, o comprometimento e o esforço de cada um de vocês. 

Temos, sim, orgulho de ser uma empresa aldeiense, de poder proporcionar aos cidadãos deste maravilhoso lugar dias melhores e nos orgulhamos muito mais de poder olhar para trás e saber que a nossa missão nunca foi só plantar e colher cana-de-açúcar. 

Temos, sim, orgulho de ser resilientes e, depois de tantos anos e de tantas crises superadas, de estar na ativa, alicerçados principalmente pelo respeito aos seus colaboradores e o amor por Aldeias Altas. 

Hoje, sob nova gestão, retomada pela família Costa Pinto e que traz como liderança a terceira geração de Humberto Costa Pinto – pioneiro na implementação desse grande projeto agroindustrial em Aldeias Altas há mais de meio século -, a Itapecuru Bionergia continua a ser uma geradora de energia e sonhos, muitos sonhos. No total, em2021, ano pandêmico e no qual o desemprego assombra a vida de boa parte dos brasileiros, geramos em Aldeias Altas 1.600 empregos diretos, 7.000 empregos indiretos em toda a região, injetando mensalmente na economia local mais de R$ 15 milhões. Inclusive, para ajudar no

combate ao coronavírus, doamos um respirador ao hospital aldeiense. E temos, junto com a gestão municipal, em caráter contínuo e prioritário, buscado o diálogo com as famílias da localidade Gostoso, para acharmos juntos a melhor solução para todos e, assim, continuar a escrever uma história que nos encha de orgulho. 

Nos últimos dias, esta empresa tem sido alvo de ataques carregados de inverdades, por porta-vozes da mentira, propagadas por aqueles que lucram com o conflito e que nada buscam a não ser o privilégio de seus interesses pessoais. No entanto, nós, da Itapecuru Bionergia e da Família Costa Pinto, deixamos claro que repudiamos veementemente qualquer ato de violência física ou moral, assim como qualquer dano ao meio ambiente, destacando, acima de tudo, que temos o mais profundo respeito por todos os cidadãos aldeienses, da área urbana e da zona rural. 

Reiteramos, por fim, que somos uma empresa fundada há mais de60anos nesta terra – um lugar onde se planta trabalho, coma geração de energia limpa e renovável, e colhe-se a realização de sonhos, com a produção de etanol que, além de abastecer parte da demanda de combustível do país, em um futuro próximo e em linha com as mais modernas tecnologia, servirá de insumo para a produção de hidrogênio, a ser transformado em eletricidade para os veículos elétricos, o que, certamente, posicionará Aldeias Altas no local de destaque que merece frente ao Maranhão e ao Brasil.

Por Gilberto Léda 

Para se promover com importação de respiradores, pré-candidato ao governo do MA, Simplício Araújo faz uso de outdoors e deve ser investigado pelo MPE

O secretário de indústria e comércio e também pré-candidato ao governo do Maranhão, Simplício Araújo está usando outdoors para promover a sua imagem atrelada a importação de respiradores bancados por empresários maranhenses no ano passado.

A campanha feita pela empresa Impacto Outdoor está espalhada nas principais avenidas de São Luís e até fora da capital. Com a frase “Poderia ser um enredo de um filme, mas é uma história real.” O outdoor, faz referência ao livro do jornalista Wagner Willian – “Operação secreta. Etiópia-Maranhão”, lançado no final do ano passado. O livro dá detalhes da operação feita pelo governo do Maranhão, com ajuda do empresário Ilson Mateus para importar respiradores mecânicos vindos da China.

A Receita Federal classificou essa operação montada pelo governo do Maranhão para trazer os 107 respiradores mecânicos da China como ilegal. Depois que saíram do país asiático, os equipamentos foram enviados para a Etiópia, na África, e só então chegaram ao Brasil.

O outdoor com a divulgação do livro não teria problema algum, caso não tivesse a imagem do secretário Simplício Araújo. Como uma espécie de crédito a sua pessoa pela importação dos respiradores, o secretário aparece no canto do outdoor.

Por se tratar de um pré-candidato a disputar as eleições do próximo ano, Simplício Araújo deve ser representado pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), assim como foi o deputado Duarte Júnior, que foi representado e condenado a pagar multa por tal prática no ano passado.

Na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Wellington do Curso (PSDB) realizou diversos hospitais onde supostamente esses respiradores estariam sendo usados. Mas segundo o deputado, nenhum dos respiradores importados estariam funcionando devido ao tempo que os equipamentos possuíam.

Em contato com Simplício Araújo, a Folha do Maranhão indagou o secretário através de mensagens sobre a colocação da sua imagem no outdoor e quem teria pago a campanha publicitária. Porém, até o fechamento desta matéria, o secretário não nos encaminhou uma resposta.

Fonte: Folha do Maranhão 

SLZ pedirá autorização para vacinar adolescentes de 12 a 17 anos

O prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), anunciou ontem em entrevista ao GloboNews que pedirá ao Ministério da Saúde autorização para dar início à vacinação em adolescentes de 12 a 17 anos de idade contra a Covid-19 na capital.

De acordo com o gestor, isso é possível uma vez que o município já conseguiu aplicar pelo menos a primeira dose de vacina em cerca de 84% da população adulta. Ele também citou o fato de a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ter autorizado a utilização da vacina Pfizer em adolescentes a partir de 12 anos no país.

Esse público, contudo, ainda não entrou no cronograma do Plano Nacional de Imunização (PNI), porque a maior parte das cidades do país ainda não avançou no processo de vacinação.

Se o Ministério da Saúde conceder a autorização, São Luís pode se tornar a primeira capital do país a vacinar adolescentes desta faixa etária. Braide disse que a capital está preparada para avançar no programa de imunização com os nove postos distribuídos na cidade, sem que haja comprometimento nas unidades básicas e postos de saúde que realizam outros tipos de atendimento.

“Nos próximos dias eu devo formular o pedido ao Ministério da Saúde para que autorize a cidade de São Luís a iniciar a vacinação em adolescentes de 12 a 17 anos. Nós sabemos que tem uma vacina que já foi aprovada para ser aplicada em adolescentes – é claro que precisa concluir a vacinação na população adulta antes de passar para essa fase-, mas como São Luís já está praticamente concluindo a vacinação da população adulta, nos próximos dias devo formular esse pedido ao Ministério da Saúde”, disse.

Imunização – Nos próximos dias, São Luís deve chegar a marca de 100% da população adulta vacinada contra o vírus.

O município iniciou o programa em janeiro sob as diretrizes do PNI, com o público idoso e as pessoas com comorbidades, e depois começou a avançar por faixa etária em escala decrescente, numa velocidade de cerca de 30% maior se comparada ao resto do país.

Há duas semanas jovens de 18 anos de idade foram vacinados. Na semana passada o município deu início à segunda chamada para as pessoas que por algum motivo não puderam ter acesso à primeira dose no prazo estipulado.

A expectativa é de que, com o recebimento de novos lotes, a capital alcance mais rápido a imunização de 100% da população adulta.

Fonte: Gilberto Léda 

28 junho 2021

Prefeito Eduardo Braide inaugura Centro de Atendimento ao Hipertenso e Diabético e entrega requalificação do Centro de Saúde da Liberdade

O prefeito Eduardo Braide entregou, nesta segunda-feira (28), o primeiro Centro de Atendimento ao Hipertenso e ao Diabético da rede municipal de São Luís, além do Centro de Saúde da Liberdade totalmente requalificado.

Com a requalificação, o centro de saúde teve seus serviços ampliados e, por meio do centro de atendimento, pacientes poderão fazer todo o acompanhamento da diabetes e hipertensão, além de receber a medicação necessária para o controle das doenças. 

“Com a requalificação do Centro de Saúde da Liberdade estamos dobrando o número de equipes do programa Saúde na Família, para ampliar a cobertura do acompanhamento de todo o bairro. E com a implantação do Centro de Atendimento ao Hipertenso e ao Diabético vamos disponibilizar os insumos necessários para que as pessoas possam controlar a doença, reduzindo os custos do seu tratamento. Isto é mais saúde e qualidade de vida para todos. Vamos seguir trabalhando para levar estes serviços para toda a cidade, melhorando a qualidade do atendimento em saúde da nossa população”, disse.

Centro de Atendimento ao Hipertenso e Diabético 

A partir desta segunda-feira (28), a Prefeitura passa a ofertar mais um serviço na Atenção Primária em Saúde: o Centro de Atendimento ao Hipertenso e Diabético. O objetivo é o acompanhamento das pessoas com hipertensão arterial sistêmica e diabetes, duas doenças crônicas e silenciosas que, se não forem devidamente tratadas, podem causar uma série de agravos. 

O serviço foi implantado no Centro de Saúde Liberdade e conta com as seguintes especialidades médicas: cardiologia, endocrinologia, cirurgia vascular, nefrologia e oftalmologia. Também serão oferecidas consultas de enfermagem, nutrição e psicologia. Os pacientes terão acesso no local a exames de eletrocardiograma e doppler vascular e arterial. 

O secretário Joel Nunes afirmou que o novo serviço vai ampliar a prevenção. “A atenção básica é fundamental para prevenir agravos à saúde da população. Agora o Centro de Saúde da Liberdade conta com toda a estrutura e equipe multidisciplinar necessárias e um centro de atendimento para fazer o acompanhamento especializado a hipertensos e diabéticos, fornecendo ainda os insumos necessários para o controle diário da glicose. São serviços que vão facilitar muito a vida das pessoas”, afirmou. 

O centro vai atender a pacientes de todas as unidades básicas de saúde do município que necessitem de atenção especializada. Na unidade, os pacientes receberão um kit de controle da diabetes e do aparelho medidor de glicose que será entregue logo no primeiro atendimento. O serviço inclui também as fitas usadas na medição da glicose e as seringas descartáveis para aplicação de insulina que serão entregues com a periodicidade necessária para cada paciente. 

Juarez Almeida Reis, 78 anos, morador da Coréia, um dos bairros da região da Liberdade, é um dos pacientes que passará a ser acompanhado pelo centro. “Tenho hipertensão e diabetes, mas não faço o acompanhamento corretamente. Vou passar a fazer a partir de agora aqui nesse centro, que é perto da minha casa e tem toda a equipe médica”, disse.

Centro de Saúde da Liberdade 

O Centro de Saúde da Liberdade teve toda a sua estrutura física requalificada, o que permitiu ampliar a Estratégia Saúde da Família (ESF), passando de três para seis equipes, cobrindo, a partir de agora, 100% do território da Liberdade, reforçando a atenção básica. O serviço de odontologia foi reativado após um ano sem prestar atendimentos. 

A Unidade também presta atendimentos como acompanhamento da saúde do homem, saúde da mulher, incluindo pré-natal, saúde do idoso, infantil e de adolescentes, entre outros serviços. O CS da Liberdade integra o Programa Saúde na Hora, funcionando de segunda-feira à sexta-feira, das 7h às 18h, e aos sábados, das 7h às 12h. 

Participaram ainda da inauguração, os diretores dos Centros, além do secretário-adjunto de Comunicação, Igor Almeida.


Ambulatório de Especialidades Médicas é inaugurado pela Prefeitura de São Luís

Antes, o setor onde irá funcionar o Ambulatório de Especialidades Médicas estava sem atendimentos.

O prefeito Eduardo Braide inaugurou, nesta sexta-feira (25), o Ambulatório de Especialidades Médicas, localizado na sede da APAE São Luís, no bairro Outeiro da Cruz. A unidade integra o “Programa Saúde Já” e vai facilitar, além de ampliar o acesso da população a especialidades médicas e exames. A implantação da unidade reforça a parceria entre a APAE e a Prefeitura de São Luís para melhorar os serviços de saúde na capital.

“A entrega deste Ambulatório de Especialidades Médicas reforça a parceria, agora ainda mais forte, entre a Prefeitura e a APAE. Com isso vamos garantir que a população tenha acesso às especialidades médicas mais demandadas nas nossas Cemarcs, diminuindo o tempo de espera por uma consulta. Esta entrega faz parte do Programa Saúde Já, por meio do qual vamos oferecer atendimento mais digno de saúde em São Luís, fazendo jus ao nome do programa para que a população não precise esperar um longo tempo para ser atendida”, assegurou o prefeito Eduardo Braide, acompanhado da primeira-dama, Graziela Braide, e do secretário Municipal de Saúde, Joel Nunes.

Antes, o setor onde irá funcionar o Ambulatório de Especialidades Médicas estava sem atendimentos. Por meio da cooperação institucional entre a Prefeitura e a APAE, o espaço foi requalificado.

“Por meio desta parceria vamos restabelecer serviços que estavam suspensos há muito tempo, fazendo falta para a população de São Luís, que enfrentava dificuldades para marcar consultas médicas e exames. Quem ganha com esta parceria é a nossa cidade com a ampliação dos serviços de saúde”, destacou o presidente da APAE São Luís, Sebastião Vanderlan Rolim.

Estrutura

O Ambulatório de Especialidades Médicas conta com oito consultórios médico e um de enfermagem, sala de vacina, sala para a realização de eletrocardiograma, serviço social, setor de triagem, três guichês de atendimento, recepção e banheiros, incluindo para pessoas com deficiência.

A capacidade de atendimento será de até 200 consultas por dia nas seguintes especialidades médicas: cardiologia, clínica geral, endocrinologia, ginecologia, reumatologia, neuropediatria, hebiatria, ortopedia, vascular, psiquiatria e ginecologia Infanto-Juvenil. Também serão oferecidos exames laboratoriais, tomografia, preventivo ginecológico e ultrassonografia.

O titular da Semus, Joel Nunes, destacou que o Ambulatório de Especialidades Médicas é mais um espaço de saúde disponibilizado à população. “Fizemos um estudo junto às nossas unidades Cemarc e constatamos quais as especialidades médicas que a população tem mais dificuldade de atendimento. Vamos ampliar o acesso da população aos serviços de saúde de média complexidade, diminuindo o tempo de diagnóstico e tratamento”, disse.

A regulação será feita por meio das unidades da Central de Marcação de Consulta (Cemarc) como já ocorre atualmente. O cidadão que for a uma unidade básica de saúde e receber encaminhamento para alguma das especialidades médicas ou exames do ambulatório fará a marcação em uma unidade da Cemarc.

Fonte: Portal MA98

26 junho 2021

Para não ter casa penhorada, Eliziane Gama é obrigada a pagar dívida eleitoral

A senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), está sendo obrigada a pagar dívida eleitoral de campanha para não ter a casa penhorada pela Justiça do Maranhão.

O juiz da 15ª Vara Cível de São Luís, Alexandre Lopes de Abreu, determinou que a congressista pague imediatamente R$ 291.758,08 mil, quantia atualizada do débito.

Caso não pague em 3 dias após ser notificada via oficial de justiça, terá a casa penhorada judicialmente, conforme despacho.

“Transcorrido o prazo acima referido sem o cumprimento do mandado de pagamento, promova-se a penhora nos termos do art. 835 do CPC, com intimação da parte executada, ressalvada a permissibilidade do art. 829, §2º do CPC – cuja indicação, neste caso, deverá estar constante deste mandado de forma discriminada abaixo”, diz o despacho.

O processo está tramitando na 15ª Vara Cível de São Luís desde 2017 quando a Gráfica SP Ltda, de Teresina (PI) entrou com uma Ação cobrando o pagamento do débito R$ 165 mil feito durante a campanha eleitoral de 2016, quando concorria ao cargo de prefeita na capital maranhense.

De lá para cá, a gráfica piaiuense ganhou todos recursos contra Eliziane no Judiciário, mas a senadora se recusa a quitar o valor (relembre aqui).

Ela chegou a conversar com o dono da empresa, identificado como Maurílio, prometendo arcar com todo o montante. No entanto, não cumpriu com a promessa (reveja aqui).

Na época, Gama chegou a emitir três cheques de campanha para pagar, porém todos estavam sem fundo (veja mais).

Após a demora na quitação dos 165 mil, a empresa de Teresina pediu à Justiça a penhora da casa da senadora, avaliada em R$ 630 mil, conforme declaração de bens, na tentativa de receber as cifras.

A reportagem tentou contato com a senadora para obter esclarecimentos sobre o caso, mas não obteve sucesso. O espaço continuará aberto para manifestações.

Do Blog do Neto Ferreira

25 junho 2021

Com extensa ficha criminal, blogueiro sofre mandado de busca e apreensão

O Blogueiro Domingos Costa acordou nesta sexta-feira com a Polícia Civil em sua residência. Corre em segredo de justiça um processo contra o blogueiro que é acusado dos crimes de stalker (perseguição), calúnia e difamação, segundos fontes da Polícia Civil. O titular do Blog Domingos Costa teve o celular e o notebook apreendidos, e serão periciados para que os crimes imputados a ele sejam comprovados ou não. Salienta-se que a Polícia Civil não questiona nas ações, a questão da liberdade de expressão, mas sim, possíveis desvios cometidos pelo blogueiro, que para muitos tem ultrapassado a linha da crítica política e feito ataques pessoais a figuras públicas e a famílias que tem atuação na política maranhense.


Uma das possíveis vítimas do stalker, é o empresário Inácio Melo, que procurado pelo blog deu a seguinte declaração:

“Tenho muito respeito pelos jornalistas e blogueiros, a mídia independente tem papel fundamental no estado e na democratização da informação, também não tenho problema nenhum em sofrer críticas e ponderações a projetos ou ações que eu faça parte, e acho que isso é do jogo, no entanto até mesmo para que se separe o joio do trigo, é fundamental que a justiça delimite o que é a livre crítica a figuras públicas do que é ataque pessoal e familiar. Eu como cristão, não só perdoou como oro pelos que me atacam, mas tem ataques que ultrapassam os limites, e que ferem a honra da minha família, e estes respondem com ações judiciais, e deixarei que a justiça se pronuncie”

A polícia civil relata que o processo corre em segredo de justiça, e que os dados e informações ainda são preliminares, mas as indicações de que ilícitos foram cometidos são fortes, agora resta saber se os possíveis desvios foram feitos pelo próprio blogueiro, ou se existe algum “financiador” das maldades.

Foram apreendidos pendrives, notebook, dois celulares, senhas e e-mails. O blogueiro tentou esconder um celular no carro, mas a polícia já tinha informações do aparelho. Quando o delegado disse saber da existência do celular, o blogueiro saiu na frente, tremendo, e foi buscar o aparelho. Alegou dificuldades de respirar durante a audiência, ficou suado e pareceu estar tendo ataque nervoso.

O governo está tentando abafar o caso por conta das relações do blogueiro com o deputado Duarte Júnior, e pelo fato dele viver dentro do Palácio dos Leões.

O Blog Ilha Rebelde deixa este espaço aberto para que o referido pseudo blogueiro possa vir a se manifestar, e colocar a sua versão. No mais, primamos pela qualidade da informação.

Em tempos: “Jabuti trepado, ou foi enchente, ou foi mão de gente”.

Fonte: Ilha Rebelde 

Nota de Solidariedade aos membros dos conselhos superiores, diretores de centro, chefes de departamento e coordenadores de curso

A Administração Superior da UFMA vem a público repudiar, veementemente, a agressão e o desrespeito da Apruma aos Conselheiros dos Conselhos Superiores da UFMA, bem como aos Diretores de Centro e dos Campus, Chefes de Departamento e Coordenadores de Curso.

A associação Apruma, em matéria publicada em seu site, no dia 23.06.2021, assim se refere aos conselheiros: “(...) a legitimidade precária de conselheiros pró-tempore para deliberar sobre processo tão sensível que, contraditoriamente, pode enfraquecer os próprios Conselhos dos quais fazem parte. A UFMA está há mais de um ano com chefias e conselhos pró-tempore, a maioria delas renovadas, sem eleições, pela Reitoria, no final de 2020.” (Grifo nosso)

E ainda registra, no mesmo documento, em destaque do professor Bartolomeu, presidente da associação: “(...) falta de legitimidade, num momento em que majoritariamente chefes, coordenadores e diretores estão com seus mandatos pró tempore; inoportunidade, pois tocado em meio à pior pandemia do século, que já ceifou mais de meio milhão de vidas”. (Grifo nosso)

Lamentável e condenável posicionamento!

No afã de atacar a gestão, como é usual em seu proceder, a associação ignora que, embora estejam os conselheiros em mandatos pró-tempore, todos foram escolhidos pelos seus respectivos colegiados, competindo ao Reitor, unicamente, fazer a indicação formal de cada um deles, conforme Estatuto e Regimento da UFMA, mediante edição de portaria, respeitando a confiança neles depositada pelos seus pares.

É importante e oportuno registrar que, por conta da pandemia da Covid-19, que interfere diretamente nos processos institucionais, os conselheiros tiveram seus mandatos prorrogados, por escolha dos membros dos seus colegiados, logo, não há que se falar em ausência de legitimidade.

E nem poderia ter sido feito de forma diferente, uma vez que inexiste na UFMA uma norma regulamentadora para eleições virtuais para Diretores de Centro, Chefes de Departamentos Acadêmicos e Coordenadores de Curso, o que está sendo objeto de elaboração de uma minuta a ser apresentada junto ao Conselho Universitário.

Quanto à indicação dos membros dos Colegiados Superiores, nunca é demais registar que estes derivam das escolhas feitas pelos Colegiados dos Centros Acadêmicos, Coordenadorias de Curso e Assembleias Departamentais, e que tais gestores foram, no devido processo eleitoral, aprovados pela sua comunidade, por votação direta, gozando, portanto, da mais ampla legitimidade.

Como visto, ao questionar a legitimidade dos Conselheiros dos Conselhos Superiores, a associação coloca sob suspeição a independência e a correção de Diretores de Centro e de Campus, Chefes de Departamentos e Coordenadores de Cursos, que estão, repita-se à exaustão, no pleno exercício do direito de representar a vontade de seus pares.

A utilização do eufemismo “legitimidade precária” nada mais é do que a forma de aquela associação agredir a moral e a responsabilidade dos conselheiros que atuam representando seus pares e garantindo a continuidade das ações acadêmicas, administrativas e de responsabilidade social da Universidade.

A pretexto de justificar, em “reuniões colegiadas”, uma suposta rejeição da proposta de adequação estatutária apresentada pela gestão da UFMA, aquela associação lança mão do seu usual expediente de desinformar para confundir.

Pela cegueira ideológica que lhe é peculiar, a Apruma sequer percebe as contradições da sua própria nota. Pois, quando conveniente, legitima as discussões de setores que rejeitam a proposta da administração; e, em outro trecho, afirma que o momento não é oportuno para consultas e discussões, apelando, inclusive, para o sensacionalismo da dor que todos sentimos neste momento difícil que vivemos.

Dessa forma, cabem os seguintes questionamentos ao documento daquela associação:

a) Se não há normalidade para as consultas que a Administração está encaminhando aos setores pela única via possível, então por que a Apruma apresenta supostos resultados de “suas reuniões ditas ampliadas”? 

b) Os mesmos Diretores de Centro e de Campus do continente, Chefes de Departamento e Coordenadores de Curso, que são tipificados como “ilegítimos” para a representação no Conselho Superior, adquirem, como em um passe de mágica, legitimidade para realizar assembleias de curso para tirar deliberações dos grupos que representam?

c) Para aquela associação, discutir é sempre dizer não a toda e qualquer proposta que provenha da Administração da UFMA – como, por exemplo, o Reuni, a Ebserh, a adesão ao Enem/Sisu, e conquistas, em nível nacional, como a regulamentação da Carreira do Magistério Superior?

d) O momento é apropriado, legítimo e democrático apenas quando a Apruma assim o entende?

e) Se não há normalidade para a discussão, por que discutem aqueles que se opõem ao trabalho sério e responsável de uma gestão e, principalmente, de um reitor reconhecidamente competente e comprometido com o serviço público?

Qualificar de ilegítimos os representantes da comunidade universitária no Conselho Superior é um ataque frontal, tanto às suas biografias quanto à sua legitimidade institucional, visto que, estatutariamente, todos estão contemplados com a condição de pró-tempores, efetivada por conta de uma situação emergencial de saúde pública.

Por fim, é imprescindível e oportuno reafirmar que a Administração Superior reconhece o importante papel de representação institucional que cada conselheiro integrante dos Conselhos Superiores da UFMA vem desempenhando, neste delicado momento do país. E se solidariza frente aos ataques da Apruma à dignidade dos conselheiros e demais integrantes da gestão universitária.

Mais uma vez, presenciamos e lamentamos que apelar para a democracia de conveniência é o modus operandi daquela associação.  Mas, em momento nenhum, será o da nossa gestão.

Fonte: Portal da UFMA 

24 junho 2021

Eliziane Gama vota contra a Lei do Saneamento


Assim não dá Senadora Eliziane! Além da CAEMA manter as obras de saneamento básico paradas no Estado, vossa excelência ainda vota contra a lei 14.026 que vai beneficiar toda a população maranhense.

O Maranhão é um dos Estados que menos investem em saneamento básico e para completar, as obras administradas pela CAEMA têm inicio, meio, mas infelizmente 70% não tem fim, ou seja, não são concluídas. A empresa que tem recursos próprios, tem como destaque o mal uso desses recursos. Só na capital temos três grandes projetos que já se julga dinheiro jogado fora, já que as subestações estão jogadas às traças, servindo apenas para encontro de pessoas viciadas em drogas. Tenho dito que a empresa CAEMA vem sendo um calo no sapato do governador Flávio Dino. Pode ser que o próprio governador ainda não tenha atentado para a grande importância que é a questão do saneamento básico em todo o Estado.

É de conhecimento do blog que recursos não chegam como deveriam aos empreiteiros prestadores de serviços, e esse tipo de manobra induz empresas a não darem continuidade nas obras em andamento. Estudos comprovam que os materiais genéticos da COVID-19 estão minados em todos os esgotos, e não era para menos, já que temos que fazer as nossas necessidades fisiológicas. A falta de saneamento básico no Estado do Maranhão vem causando, desde o começo do governo Flávio Dino, prejuízos enormes ao turismo no Estado. O governo federal conseguiu aprovar a lei que irá beneficiar mais de 5.500 cidades brasileiras. O projeto chamado de novo marco legal do saneamento básico promete até o ano 2033, expandir redes de esgoto e água potável para mais de 90% de toda a população brasileira. Infelizmente, projetos como esse de grande relevância a toda população de baixa renda, são ignorados pela senadora Eliziane. A senadora simplesmente votou contra a lei 14.026 como se ela fosse tirar dinheiro do próprio bolso para a conclusão do projeto.

Ainda não se tem conhecimento dos motivos do voto contrário ao projeto, contudo devemos lembrar à senadora, que ela foi eleita para representar toda a população maranhense e não representar a cúpula partidária.

O blog dará continuidade à série do saneamento básico CAEMA em nossa próxima edição. Mais esclarecimentos sobre o projeto de Lei 14.026 e a importância da privatização da empresa CAEMA, que diga-se de passagem, é um dos maiores cabides de emprego do governo do Estado do Maranhão.

Por Blog do César Durans

23 junho 2021

Processo contra dirigente municipal do Avante em São Luís é arquivado pela Justiça Eleitoral

O juiz José Nilo Ribeiro Filho, titular da 2ª Zona Eleitoral de São Luís, arquivou denúncia por suposta prática de boca de urna, no segundo turno da eleição municipal na capital, contra o líder comunitário Alan Kardeck.

Na decisão, o magistrado determinou o arquivamento dos autos por não identificar evidências suficientes para afirmar que o acusado teria arregimentado eleitores, realizando propaganda de boca de urna ou feita divulgação de partido ou candidato durante período de votação.

A acusação anônima contra Alan Kardeck justificou na oportunidade que o mesmo se encontrava em local de votação, próximo ao Colégio Mário Andreazza, no bairro da Liberdade no dia da eleição, supostamente distribuindo dinheiro para um fiscal de urna e que, ao ser abordado em seu veículo, teria sido encontrado farto material de propaganda eleitoral em favor do então candidato a prefeito de São Luís, Duarte Jr. (Republicanos).

Segundo Alan Kardeck, que foi candidato a vereador pelo Avante, todo material encontrado pela Polícia Federal correspondia à sua imagem ao lado de Duarte Jr, decorrente da campanha, em primeiro tuno, para uma vaga à Câmara Municipal da capital maranhense. “Portanto, não havia nenhum material de campanha referente ao segundo turno, onde tínhamos apenas dois candidatos disputando”, declarou.

Sobre o dinheiro entregue ao fiscal, Alan afirmou que entregou a quantia de R$ 20,00 ao fiscal do partido para que o mesmo pudesse fazer sua alimentação no decorrer do processo eleitoral. “O fiscal estava devidamente identificado com crachá e, portanto, o dinheiro serviria apenas para que ele pudesse comprar algum alimento e não caracterizar compra de votos”, enfatizou o líder comunitário.

Nos autos do processo, o juiz Nilo Filho destacou que os elementos produzidos não evidenciaram a existência de materialidade de autoria de ilícito eleitoral. “Com estas razões, acolho o parecer ministerial e determino o arquivamento dos autos e que se proceda a respectiva baixa”, estabeleceu o magistrado.

Alan kardeck, que foi injustiçado nesse fato ocorrido no dia das eleições municipais, disse que sempre acreditou na Justiça e tinha a convicção de que a verdade seria estabelecida, visto que tinha a certeza de não ter cometido nenhum crime eleitoral. “Tenho uma larga experiência em processos eleitorais e sempre me pautei pela retidão e pela legalidade”, enfatizou o líder comunitário e atual presidente municipal do Avante em São Luís.

Segue a decisão do magistrado:

Fonte: Ilha Rebelde 

Comando do MDB no Maranhão será assumido por Roseana Sarney

A ex-governadora Roseana Sarney assumirá, a partir de julho, o comando do MDB no Maranhão.

Uma eleição deve ocorrer no dia 2 do próximo mês, mas já existe consenso sobre o assunto.

Roseana será eleita presidente, tendo o deputado estadual Roberto Costa como vice. Ela sucederá o ex-senador João Alberto.

Por Gilberto Léda 

Doses retidas pelo Estado ajudariam SLZ a vacinar retardatários

Suspensa pela Prefeitura de São Luís em virtude da falta de doses (saiba mais), a vacinação contra a Covid-19 dos chamados retardatários poderia ser praticamente concluída na capital se o Governo do Maranhão houvesse repassado à Secretaria Municipal da Saúde (Semis) todas as doses enviadas pelo Ministério da Saúde para a cidade.

Na semana passada, o Município revelou que faltavam mais de 108 mil doses nos lotes encaminhados pela gestão estadual.

Até ontem, a Prefeitura informou haver aplicado primeiras doses em 598 mil adultos.

Com as mais de 108 mil doses retidas, esse número chegaria a mais de 700 mil.

Como a capital maranhense tem uma população adulta – chamada vacinável – de aproximadamente 730 mil habitantes, fica claro que, com os imunizantes retidos pelo Estado, seria possível cobrir praticamente 100% desse público.

Por Gilberto Léda 

22 junho 2021

Covid-19: PF deflagra operação contra desvio de verbas em duas cidades do Maranhão


A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira, 22/06/2021, nas cidades de São Luís, Bacurituba e Bom Jesus das Selvas, a Operação Inter Pares, com a finalidade de desarticular grupo criminoso estruturado para promover fraudes licitatórias e irregularidades contratuais no âmbito dos Municípios de Bacurituba e Bom Jesus das Selvas, envolvendo verbas federais que seriam utilizadas no combate à pandemia COVID-19.


Inicialmente, foi constatada a falta de capacidade econômica da empresa investigada, restando demonstrado que o custo dos produtos vendidos é incompatível com a receita auferida nos 12 meses anteriores ao período de
monitoramento. Afinal, enquanto adquiriu apenas R$ 33.356,25 dos itens de contratos públicos no período investigado, vendeu mais de meio milhão de reais para os Municípios de Bom Jesus das Selvas e Bacurituba.


Além disso, revelou-se que o principal investigado utilizava “laranjas” para figurarem como proprietários da empresa que supostamente fornecia os produtos, sendo que, simultaneamente, concorria nessas licitações assinando
propostas em nome de outra empresa. Diante desses fatos, a Polícia Federal cumpriu 6 (seis) Mandados de Busca e Apreensão e 05 (cinco) Mandados de Constrição Patrimonial.

Ao todo 30 (trinta) policiais federais cumpriram as determinações judiciais expedidas pela 1ª Vara Federal de São Luís/MA, que decorreram de uma representação elaborada pela Polícia Federal.


Se confirmadas as suspeitas, os investigados poderão responder por fraude à licitação (Art. 90, Lei 8.666/93), simulação de compra e venda (Art. 96, V, Lei 8.666/93), lavagem de capitais (Art. 1º, caput, Lei 9.613/84) e associação criminosa (Art. 288, Código Penal). Somadas, as penas podem chegar a 23 anos de prisão.

Por Daniel Matos

Com vacinação de jovens de 18 anos, gestão Braide coloca São Luís em destaque

Nesta terça-feira (22), definitivamente, a gestão Eduardo Braide coloca a capital maranhense em destaque nacional na imunização contra a Covid-19.

É que nesta terça-feira, em nove pontos, das 8h às 20h, serão vacinados os jovens de 18 anos. Com isso, a gestão Braide leva São Luís a ser a primeira capital do Brasil a oportunizar a toda população adulta iniciar a imunização com primeira dose.

“Começamos a semana com São Luís sendo destaque na imprensa nacional por causa da campanha de vacinação contra Covid-19. Nós já estamos com 78% da nossa população adulta vacinada com a primeira dose. Nosso lema desde o início da campanha tem sido: basta ter vacina que vai parar no braço. Começamos a trabalhar no nosso Plano Municipal de Vacinação ainda no ano passado para garantir que assim que as vacinas ficassem disponíveis fossem aplicadas de forma rápida e organizada. Vamos seguir com todas as estratégias adotadas até aqui para que possamos vacinar a nossa população com as duas doses da vacina e superarmos essa crise sanitária”, destacou o prefeito Eduardo Braide.

Depois de concluir essa etapa de vacinação, Eduardo Braide, além de abrir uma segunda chamada na imunização para quem perdeu o seu dia de vacinar, já começa a preparar sua equipe para a vacinação de adolescentes entre 12 e 17 anos.

“Vamos finalizar a vacinação por faixa etária e iniciar as segundas chamadas para quem ainda não conseguiu tomar a primeira dose da vacina. Nossa meta é vacinar com a primeira dose 100% de nossa população adulta até o início do próximo mês. Vamos reforçar a importância da segunda dose e trabalhar para atender a estas pessoas. Além disso, já estamos fazendo o planejamento para vacinar os adolescentes de 12 a 17 anos. A Anvisa já liberou o uso da vacina da Pfizer para este público, mas ainda é preciso o Ministério da Saúde incluir esta faixa etária no Plano Nacional de Imunização e disponibilizar as doses de vacina necessárias. Assim que isto ocorrer vamos vacinar todos com a mesma rapidez com que temos atendido desde o início da campanha”, assegurou.

E é justamente por esse trabalho que São Luís ficará marcada, nessa pandemia, como a capital brasileira da imunização contra a Covid-19.

Fonte: Blog do Jorge Aragão 

Estado e Município fazem acordo para reforma do Mercado Central após interferência do MP

O projeto de reforma do Mercado Central, em São Luís, tema de uma Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público do Maranhão, foi tema de um acordo homologado pela Justiça na última sexta-feira, 18.

A sentença da Vara de Interesses Difusos e Coletivos de São Luís acolheu o pedido de extinção do processo sem resolução do mérito em relação ao Estado do Maranhão, feito pela 1ª Promotoria de Justiça de Proteção ao Meio Ambiente, Urbanismo e Patrimônio Cultural de São Luís. No mesmo documento, foi homologada a transação feita entre o Ministério Público e o Município de São
Luís.

A Ação do Ministério Público do Maranhão pedia que não fosse aprovado um projeto arquitetônico referente ao Mercado Central de São Luís e os seus respectivos projetos executivos, além de impedir as sua execução por qualquer ente público ou privado, sob pena de multa diária a ser determinada pelo Judiciário.

O pedido de extinção do processo em relação ao Executivo Estadual aconteceu porque o Departamento de Patrimônio Histórico, Artístico e Paisagístico da Secretaria de Estado da Cultura (DPHAP) emitiu parecer desfavorável ao projeto impugnado pelo MPMA. “Logo, antes mesmo da abertura de prazo para contestação, o Estado do Maranhão já havia atendido o pedido formulado na inicial e rejeitado o referido projeto”, explica o promotor de justiça Luís Fernando Cabral Barreto Júnior.

A partir do processo de mediação realizado na Justiça, foi apresentado um novo projeto pelo escritório de arquitetura responsável, com a alteração de várias características, que recebeu parecer favorável do DPHAP. Esse projeto será executado pela Prefeitura de São Luís, conforme acordo firmado com o Ministério Público.

Fonte: Folha do Maranhão 

21 junho 2021

Cantor Nael Oliveira lança seu novo hit “Não é Uber”!

O cantor Nael Oliveira, cria da ilha de São Luís volta a cena musical com uma enorme ascensão lançando seu novo clipe que está disponível no YouTube desde a última sexta-feira (18).

Ele que tem mais de 10 anos de carreira, participou de uma dupla sertaneja entre 2013 a 2015 que fez muito sucesso cantando nas principais casas de show da cidade. Após uma pausa, retorna com composições inéditas.

“O principal fator que fez com que eu retomasse a compor e a cantar foi justamente a quarentena da pandemia, o isolamento social gerou momentos criativos que me permitiram colocar no papel situações do cotidiano em tom forró que é um gênero que todo mundo ama. Apesar do retorno dos eventos ainda serem tímidos devido às restrições e normas de segurança sanitária, meu sonho é que em breve possamos estar todos imunizados e confraternizando juntos com muita música. Enquanto isso, me alegra o fato de poder gerar entretimento com minha arte nas principais plataformas digitais.” Afirma Nael Oliveira, que além de cantor e compositor é um exímio instrumentista.

Seu novo hit “Não é UBER” tem viralizado nas redes sociais você pode conferir o clip clicando aqui.

Além do clip, você pode curtir ouvindo o EP completo com 6 faixas no Spotify. (clique aqui).

Você pode acompanhar outras novidades através do seu perfil no Instagramno YouTube e no Spotify

Fonte: Ilha Rebelde 

Dino “ensaboa” Brandão e Weverton enquanto testa Carlos Lula e Camarão

Governador estimula uma disputa entre o vice-governador e o senador, mas faz testes com seus secretários, dando a entender que pode tentar impor uma solução de consenso na base.

O governador Flávio Dino (agora no PSB) está literalmente ensaboando o vice-governador Carlos Brandão (PSDB) e o senador Weverton Rocha (PDT) na disputa pelo Governo do Estado em 2022.

Mesmo com a intensa disputa entre os dois aliados – desde 2018 – Dino nunca se manifestou oficialmente nem por um nem por outro; ao invés disso, estimula surgimento de outros nomes na base, como se quisesse uma solução pessoal.

No fim de semana, circularam em blogs alinhados ao Palácio dos Leões “listas de apoio” e manifestações de defesa das candidaturas dos secretários de Saúde, Carlos Lula (PCdoB), e de Educação, Felipe Camarão (PT).

Curiosamente, esses “apoios” partem de gente ligada ao próprio Flávio Dino, o que mostra o interesse do próprio Palácio dos Leões numa terceira via entre Weverton e Brandão.

O governador já testou o nome de Márico Jerry em pesquisas (com resultado pífio), estimulou lançamento da candidatura do secretário de Indústria e Comércio Simplício Araújo (com retorno insignificante, até em sua própria região) e agora cria histórias em torno de Carlos Lula e do super secretário Felipe Camarão!

O problema é que, de tanto testar, Flávio Dino pode acabar perdendo as bases já construídas, tanto por Brandão, quanto por Weverton, que apoiam sua candidatura ao Senado.

E pode acabar tendo um deles (ou os dois), contra seu projeto pessoal em 2022.

Em tempos: O que leva ao editor deste blog a acreditar que o ‘neossocialista’ anda perdido em devaneios e já espalha por todos os cantos, se auto afirmando senador, surfando na onda da Covid-19, esquecendo de se articular com sua base, e principalmente de combinar com o eleitor seus anseios para um novo cargo politico.

Fonte: Ilha Rebelde 

Deputado Wellington exige de Flávio Dino informações sobre R$ 18 milhões enviados pelo governo federal para merenda escolar

O deputado estadual Wellington do Curso protocolou requerimento solicitando informações acerca dos valores enviados ao Maranhão para custear a merenda escolar. Segundo o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE, o Maranhão recebeu quase R$ 18 milhões através do Programa Nacional de Alimentação  Escolar - PNAE.

Ao justificar a solicitação, o parlamentar, que tem atuação contínua na fiscalização, destacou a necessidade de dar transparência na aplicação recursos enviados ao Maranhão para a merenda escolar, principalmente nesse período em que as escolas estão fechadas para aulas presenciais.

“Protocolamos requerimento solicitando ao governo do estado que informe onde foram aplicados R$ 18 milhões enviados pelo governo federal ao Maranhão para a merenda escolar. Nossa solicitação tem como justificativa a necessidade de se garantir transparência na aplicação desses recursos federais, vez que a escolas estão com as atividades presenciais suspensas e que a legislação prevê a entrega de alimentação diretamente às famílias de acordo com as determinações do PNAE. Além disso, o objetivo é apurar possíveis irregularidades e desperdícios de recursos públicos, coibir fraudes e, se for o caso, identificar os responsáveis. Sabemos que Flávio Dino sempre omitiu informações quando o assunto é recurso federal, mas garantir transparência na aplicação do dinheiro da alimentação escolar é essencial para que a sociedade exerça o controle e fiscalização e a merenda escolar chegue de fato na mesa dos estudantes maranhenses que mais precisam”, disse Wellington.

20 junho 2021

O cansaço da solidão

Por José Sarney

O mundo começa a se recuperar, com alívio, de um dos maiores problemas da pandemia: o cansaço da solidão, o desgaste psicológico do isolamento. Infelizmente, aqui no Brasil, ainda vamos continuar nessa provação de ficar longe da família, dos amigos, dos companheiros de trabalho, de toda a sociedade.

Há um ano, ainda no espanto com as dimensões da doença, eu lamentava o meio milhão de mortos no mundo. Hoje esse é o número no Brasil. Há mais de um milhão de pessoas em tratamento, as UTIs estão cheias, e os dezesseis milhões que já tiveram a doença ainda sofrem com ela.

Logo no começo da pandemia se pensava na dificuldade de conseguir a vacina, imaginando que logo estaríamos livres da quarentena. A vacina veio mais rápido do que o previsto, mas, como não seguimos os cientistas, ainda temos que repetir: “A única solução é evitar o contágio, com o isolamento, e, fora dele, com o uso de máscaras por todas as pessoas.”

Ao longo desse isolamento tenho escrito sobre solidão. Falei de como esse sentimento vinha misturado com medo, crescendo dentro de nós a falta dos amigos e de como não fomos feitos para isso.

Quando surgimos como espécie distinta entre os hominídeos, já éramos há muitos milhões de anos animais sociais. Cada vez mais fomos contando uns com os outros, enriquecidos pelo sentimento de solidariedade e colaboração. Juntos ficamos fortes para caçar e competentes para cultivar. Assim pudemos começar a construir habitações e com elas fazer cidades. Mais ainda, foi por e para podermos colaborar que desenvolvemos linguagens, seja numa mutação, como crê Chomsky, seja aos poucos, como na hipótese do altruísmo recíproco, que aliás se baseia na necessidade de honestidade — isto é, nada de mentira ou fake news.

Na sociedade em que nos juntamos para sobreviver, há os que se isolam, em um espiritualismo intenso. O cristianismo está povoado de eremitas e anacoretas, de São Jerônimo a Charles de Foucauld, mas Lao Zi, fundador do taoísmo, o fizera muito antes.

Mas o comum dos mortais, como nós, não sabe viver em isolamento. Por mais que professemos, como faço e pratico, o nosso amor pelo livro — ou pela música, pelos jogos solitários ou o que seja —, há o momento em que precisamos de ter o contato direto com outras pessoas, com outras almas.

Já lamentava o poeta: “Alma minha gentil, que te partiste … E viva eu cá na terra sempre triste.” Vivemos tristes o tempo todo, pois são tantos os amigos que partiram e mais ainda os amigos que não vemos, com quem não estamos, que corremos o risco de nos amofinar no desencanto do viver.

Mas temos que sacudir esse sentimento. Vencer a doença tem que ser nossa prioridade, nem pensar em sermos por ela derrotados. Sem esquecer as que ficaram pelo caminho, em nome de cada uma e de todas as quinhentas mil vítimas, temos que lutar para sobreviver, e sobreviver formando uma sociedade mais justa, em que a língua sirva para dizer a verdade e para construir a justiça social.

Estamos cansados, cansados de solidão, mas ainda temos fé. E fazendo o que sempre aconselho — vacina, máscara, isolamento —, vamos acabar com a solidão e o com o cansaço.

Fonte: Gilberto Léda 

19 junho 2021

Dr. Gutemberg apoia homenagem à comunidade portuguesa

O vice-presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Dr.Gutemberg (PSC), e o prefeito Eduardo Braide entregaram a placa de requalificação da Praça Portugal.

A requalificação da Praça é fruto de reuniões do prefeito Eduardo Braide e do vereador Dr. Gutemberg com a comunidade portuguesa de São Luís. As obras foram anunciadas neste mês de junho, no dia 10, quando foi celebrado o ‘Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas’.

Vale lembrar que em fevereiro deste ano, o parlamentar esteve reunido com os representantes dos consulados de: Líbano, Portugal, Peru, França, Itália e México. E na ocasião, Dr. Gutemberg se comprometeu a ajudar a dar voz a essas comunidades que fazem parte da história e do desenvolvimento do Maranhão.

“A Praça Portugal é uma forma de homenagear, um reconhecimento à comunidade portuguesa que tanto já fez pela nossa cidade e continua trabalhando pelo nosso povo. Meus agradecimentos ao prefeito Eduardo Braide. E toda nossa gratidão à comunidade portuguesa”, disse Dr. Gutemberg.

Por Daniel Matos 

17 junho 2021

352 suspeitos de fraudar cotas raciais são convocados pela Ufma para depor

A Universidade Federal do Maranhão convocou 352 alunos de seus cursos – alguns já formados – para provar o direito de entrar na faculdade por intermédio das cotas raciais disponíveis.

A informação é do Blog do Marco D’Eça.

A universidade já investigava um grupo de sete alunos desde o início de 2020 – todos suspeitos de fraudar cotas – e, após uma campanha de denúncia nas redes sociais, novos processos começaram a ser abertos para investigação (saiba mais).

Segundo relatos da OAB-MA e do Ministério Público Federal (MPF), foi identificada na Ufma a chamada “afrodescendência de conveniência”, quando brancos utilizam medidas cosméticas para se passar por negros.

“Até bronzeamento artificial, cacheamento de cabelos e mudanças no aspecto do nariz são feitos para fraudar as cotas”, diz um relatório da Comissão de Heteroidentificação criada pela Ufma.

Fonte: Gilberto Léda

16 junho 2021

Na comunidade da Liberdade o nosso trabalho não para !

Na tarde desta *terça-feira (15),* estive presente na Secretaria Municipal de Obras e Serviços Público -SEMOSP, onde dei entrada no *ofício nº 003/2021* em nome do *Instituto Cultural de Desenvolvimento e Gestão – ICDG,*

Solicitando os serviços de *Operação Tapa-buraco* em todas as Ruas e Travessas do Bairro Liberdade, informo ainda que fomos bem recepcionados pelos servidores Augusto Prazeres e Claudionor, ambos responsáveis por esses serviços junto a SEMOSP onde nos deram a garantia da execução dos serviços na comunidade, aproveitando aqui a oportunidade queremos também parabenizar o prefeito de São Luís Eduardo Braide pela sua brilhante atuação em sua gestão a frente da prefeitura da capital. Confira e compartilhem.

Por Blog do Diniz

SLZ vacina 21 mil em um dia e passa de 600 mil doses aplicadas

A Prefeitura de São Luís renovou na terça-feira, 15, sua melhor marca de doses de vacinas contra a Covid=19 aplicadas em em um único dia.

O novo recorde agora é de 21.359 vacinados em um dia.

Com isso, a capital maranhense ultrapassou as 616 mil doses aplicadas – sendo 501,8 mil primeiras doses e 114,8 mil segundas doses.

O prefeito Eduardo Braide (Podemos) comemorou o feito nas redes. “São Luís é orgulho para o Brasil! Só hoje [ontem] foram mais de 21 mil pessoas vacinadas. Somos a capital que lidera a vacinação contra a Covid em todo o país!”, destacou.

Por Gilberto Léda

15 junho 2021

Dr. Gutemberg e a Lei do Repouso Digno para a Enfermagem

A enfermagem é uma das categorias que não parou de trabalhar no combate a pandemia do novo coronavírus, priorizando a saúde da população. E o resultado da combinação entre o aumento dos plantões e a falta de estrutura adequada, é presenciar com frequência profissionais dormindo no chão e em cadeiras nos hospitais.

Em São Luís, o vice – presidente da Câmara Municipal, vereador Dr. Gutemberg (PSC) é o autor da Lei n° 453/2017, que prevê condições de repouso digno para a categoria.

A Lei do vereador Dr. Gutemberg institui que os hospitais de saúde pública, ofertem aos Enfermeiros, Técnicos e Auxiliares de Enfermagem, as condições adequadas de repouso, durante todo o horário de trabalho.

Além disso, a Lei também solicita que o intervalo para repouso dos profissionais de enfermagem que atuam em estabelecimento de saúde no município de São Luís, será de 01 (uma) hora para profissionais de enfermagem que atuam em período de plantão diurno e noturno, com duração igual ou superior a 12 (doze) horas.

E um ano depois do início oficial da pandemia, os profissionais da enfermagem continuam sendo levados à exaustão. Uma lei como essa, proporciona um ambiente digno para que o profissional possa ter seu momento de descanso, recuperar as forças para voltar a salvar vidas. Como o prefeito Eduardo Braide coloca a saúde como prioridade, tenho certeza de que ele vai ter um olhar especial para essa Lei”, afirmou Dr. Gutemberg.

Médico e vereador, Dr. Gutemberg é um parlamentar sensível à causa dos profissionais da saúde. Por isso, desde o seu primeiro mandato, ele apoia e luta por esses profissionais com diversas Leis aprovadas.

E para os profissionais da enfermagem, Dr. Gutemberg criou outras leis. Tais como:

– Lei nº 5.863/2014, que estabelece 30h semanais de jornada de trabalho.

– Lei n° 5.093/2009, que cria no município de São Luís a Semana da Enfermagem

– Lei n° 453/2017, que estabelece condições de repouso digno para os profissionais da enfermagem.

Além de outras Lei que ainda tramitam na Câmara Municipal de São Luís. Dr. Gutemberg também defende o reajuste do piso salarial para os profissionais da enfermagem e o PL nacional pelas 30h semanais.

Por Diego Emir