16 maio 2022

Procon proíbe venda da bebida Del Valle Fresh no Distrito Federal

O Procon do Distrito Federal proibiu hoje (16) a venda da bebida Del Valle Fresh. A decisão, que vale somente para a capital federal, foi tomada pelo órgão após aceitar uma denúncia Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) sobre a suposta divulgação de propaganda enganosa. 

De acordo com o Procon, a rotulagem e a promoção comercial do produto dão a entender que a bebida é suco de fruta. 

"A fiscalização do órgão constatou, após análise das informações no site da Del Valle e verificação in loco dos rótulos e dos anúncios publicitários nos supermercados, que os produtos Del Valle Fresh não possuem a quantidade mínima de fruta para serem considerados suco, néctar ou mesmo refresco", argumenta o Procon. 

Com a proibição, a Coca-Cola, fabricante do produto, não poderá vender a bebida até que correções na apresentação e na publicidade sejam feitas. 

Em nota à imprensa, a empresa declarou que seguirá as determinações do Procon e garantiu que a bebida nunca foi classificada como suco. 

"A Coca-Cola informa que a ilustração no rótulo da linha Fresh da marca Del Valle reflete a matéria-prima presente na bebida. Em razão do seu compromisso de transparência com o consumidor, disponibiliza no respectivo rótulo todas as informações referentes à sua composição, incluindo a quantidade de suco presente no produto, em estrita observação à legislação brasileira vigente e normas regulamentadoras dos órgãos competentes da categoria. E ainda esclarece que os produtos da linha Fresh da marca Del Valle não são e nunca foram classificados como suco ou néctar.

A empresa garante que seguirá todas as determinações dos órgãos competentes", diz nota da empresa. 

Fonte: Agência Brasil

SÃO LUÍS - Exposição Flores de Obaluaiê aborda rejeição e acolhimento

O Centro Cultural do Ministério Público do Maranhão vai abrir, nesta terça-feira, 17 de maio, às 16h30, a exposição “Flores de Obaluaiê”, do artista plástico Miguel Veiga. As 19 obras (pinturas e esculturas) debatem a rejeição por conta da orientação sexual, gênero e etnia. O trabalho fica em cartaz até o dia 1º de julho no Espaço de Artes Ilzé Cordeiro.

A concepção artística da mostra, com a curadoria do analista ministerial Francisco Colombo, dividida em dois ambientes, é motivada pela questão social da violência sofrida pela população LGBTQIA+ e outras minorias discriminadas por não corresponderem ao padrão social majoritário.

A exposição retrata como as minorias sexuais, muitas vezes, carregam angústias e transtornos que são resultados de agressões e discriminações ao longo da vida. Miguel Veiga usa esses bordões em títulos das suas obras como uma estratégia para dar um tom de libertação à abordagem do tema.

Um exemplo é a escultura “Armário da Eterna Purpurina”, que é a representação de um caixão com recortes de notícias dos assassinatos de pessoas LGBTQIA+. “Todas as obras foram criadas como uma metáfora da figura humana sendo dilacerada. É uma representação dessa população que vem sendo maltratada e discriminada. O sofrimento é visto como uma espetacularização em forma de notícia”, explica o artista.

17 DE MAIO

O Dia Internacional Contra a Homofobia, comemorado em 17 de maio, faz referência à data em que o termo “homossexualismo” deixou de ser aceito e utilizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como sinônimo de doença. A terminologia discriminatória foi excluída da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde (CID) em 17 de maio de 1990.

“Essa luta abrange várias populações discriminadas. Quando eu montei essa exposição, tive que fazer uma espécie de âncora, que são bordões pejorativos como ‘fulano está dentro do armário’, ‘fulano é aquele gay dentro armário’. Então fiz essa instalação remetendo ao universo de repressão, de clausura, auto aprisionamento. Eu tive um viés mais abstrato, que vai fundamentar todo o pensamento, que é o mito de Obaluaiê, pois abarca vários aspectos do sofrimento humano como rejeição e acolhimento”, detalhou Miguel Veiga. 

OBALUAIÊ

Nascido com o corpo coberto de feridas, segundo o mito iorubá, Obaluaiê (também conhecido como Omolu) é filho de Nanã e Oxalá. As chagas foram um castigo por sua mãe ter seduzido Oxalá, mesmo sabendo que ele era comprometido com Iemanjá.

Quando viu o filho recém-nascido coberto de marcas e deformações, a mãe o abandonou em uma praia. Porém, Iemanjá ouviu o choro da criança que estava sendo devorada por crustáceos e,  comovida,  acolheu-o como filho, cuidando da saúde dele.

Obaluaiê sobreviveu, mas com o corpo marcado por feridas e cicatrizes, causando constrangimentos e isolando-o do convívio com outros orixás. Ogum, penalizado com a situação, cobriu o corpo e o rosto dele com palhas para esconder as deformações.

Em uma festa dos orixás, Iansã notou o isolamento de Obaluaiê e fez soprar ventos fortes para saber quem se escondia por baixo das palhas, revelando as cicatrizes que tanto o entristeciam. Ela tirou o jovem para dançar e, em cada rodopio cortando o ar, as cicatrizes e feridas caíam do corpo dele, transformadas em pipocas.

Assim, Obaluaiê ficou reluzente de tanta luz e encantamento por tanta beleza. O chão ficou coberto de pipocas parecidas com flores brancas, as “Flores de Obaluaiê”.

ABERTURA

A cerimônia de abertura da exposição terá a apresentação das drag queens Adriane Bombom e Raphaella Kennya, que vão homenagear a cultura brasileira e maranhense. O evento terá, ainda, as exposições de bonecas “Vestidas com Elegância”, de Beto Silva, “Acolher”, de Paulo Ribeiro, da Casa Acolher.

SERVIÇO

O quê: Exposição “Flores de Obaluaiê”

Quando: 17 de maio, às 16h30, (abertura) até 1º de julho

Onde: Espaço de Artes Ilzé Cordeiro, Centro Cultural do MPMA (Rua Oswaldo Cruz, 1.396 – Centro, São Luís-MA)

Fonte: MPMA

12 maio 2022

Comissão de Seguridade debate condições de trabalho dos servidores do INSS

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados realiza audiência pública na terça-feira (17) sobre as atuais condições de trabalho dos servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

O debate será realizado às 9 horas, no plenário 7, e poderá ser acompanhado de forma virtual e interativa pelo e-Democracia.

O deputado Alexandre Padilha (PT-SP), que pediu o debate, lembra que os servidores do INSS  estão de greve desde 23 de março e que, entre as pautas dos grevistas, estão a reestruturação do órgão, com o fim do fechamento das agências de atendimento; a defesa do direito ao atendimento presencial ao cidadão nas unidades do órgão; a derrubada do veto de R$ 1 bilhão do orçamento do INSS; a realização de concurso público e melhores condições de trabalho, como a recomposição salarial com a reposição de 19,99% dos salários, entre outras reivindicações.

"O sucateamento do INSS tem sido frequente, e os servidores sofrem
diariamente com medidas de redução da capacidade de atendimento e na
garantia de direito aos beneficiários e segurados. Por isso, com quase dois meses de greve, é necessário que esta casa discuta e contribua com a luta dos trabalhadores e, por consequência, com a garantia e direitos para o povo brasileiro", disse Padilha.

Medida provisória
O deputado Ruy Carneiro (PSC-PB), que também pediu o debate, disse que, com quase 1 milhão de agendamentos de perícias no INSS, "a seguridade social do povo brasileiro encontra-se no pior momento".

"Auxílios de extrema importância para a sobrevivência de nossa
população encontram-se parados, há meses sem análise. O governo tem buscado soluções para resolver o problema, e a edição da Medida Provisória 1113/22 comprova essa iniciativa positiva", observou Carneiro.

Debatedores
Confirmaram presença na audiência o diretor-executivo da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Pedro Armengol, e a secretária-geral do Consórcio de Sindicatos da Seguridade Social, Vilma Ramos.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Coreia do Norte relata pela 1ª vez surto de Covid e decreta lockdown

Casos foram registrados em Pyongyang; número de infecções não foi divulgado

A Coreia do Norte relatou seu primeiro surto de Covid desde o início da pandemia. O país comandado por Kim Jong-un (foto) declarou “grave emergência nacional” e ordenou o confinamento da população.

Até o momento, não foi informado o número de casos confirmados no país. A agência de notícias estatal KCNA apenas disse nessa quinta-feira (12) que as infecções estão relacionadas à variante Omicron e foram registrados em Pyongyang, a capital do país.

No início de 2020, após a confirmação dos primeiros casos de Covid no mundo, a Coreia do Norte limitou o acesso às suas fronteiras.

Fonte: O Antagonista

11 maio 2022

Tragédia: secretário, vereador e assessor do município de Dom Pedro morrem em acidente em rodovia estadual

Um trágico acidente ocorrido por volta das 15h desta quarta-feira (11), na MA-352, rodovia estadual que interliga os municípios de Dom Pedro e Peritoró, resultou em três mortes. As vítimas foram um secretário municipal, um vereador e um assessor de comunicação, todos de Dom Pedro, que viajavam em uma caminhonete que saiu da pista após o condutor perder o controle da direção e capotou várias vezes.

Foram a óbito o secretário municipal de Esportes conhecido como Plyplym; o vereador Ferreirinha e o assessor da área de imprensa da prefeitura identificado como Guto.

O vice-prefeito Lucyan e a esposa dele também estavam no veículo, foram hospitalizados, mas não correm risco de morte, segundo fontes locais.

A comitiva retornava de uma série de inaugurações de obras no município vizinho de Governador Archer, distante apenas 41 quilômetros de Dom Pedro.

Fonte: O Estado